Acervo digital relação do jornal " O Combate"

BODY { FONT-FAMILY:Tahoma; FONT-SIZE:10pt } P { FONT-FAMILY:Tahoma; FONT-SIZE:10pt } DIV { FONT-FAMILY:Tahoma; FONT-SIZE:10pt } TD { FONT-FAMILY:Tahoma; FONT-SIZE:10pt }

por Maris Stella Schiavo Novaes**


Ao longo de nossa trajetória realizando pesquisas, encontramos pessoas e situações que nos ajudam a compor o nosso ofício. Nosso trabalho de pesquisa é fundamentalmente realizado por trabalho de campo. Essa modalidade técnica de coleta de dados nos possibilita uma relação muito próxima às pessoas que incialmente surgem como colaboradores ou depoentes. Porém, algumas vezes acontece de recebermos doações de materiais que pertenceram a algum antepassado e, que não são mais úteis à família.

Dessa forma, com a doação espontânea, conseguimos lentamente organizar um acervo de materiais que se configuram como fontes históricas a quem se interessar em estudar essa região.

Boa parte do acervo foi montado por doações recebidas ao longo de minha formação acadêmica, e também do acervo pessoal de Saulo Moreno Rocha, pesquisador da Catrop. A soma desses dois acervos formou uma interessante coleção de jornais antigos. Com latente possibilidade de expansão. No momento, contamos com mais de 100 exemplares entre diversos periódico distribuídos em Vitória da Conquista ao longo do século XX.



Publicamos aqui uma prévia da relação de jornais O Combate.






Este periódico foi fundado por Laudionor Brasil em 11 de agosto de 1929 e extinto em 1964 por consequência da ditadura militar. O Combate contém registros importantes sobre a história de Vitória da Conquista; e durante 35 anos circulava todos os domingos levando informação aos conquistenses. Teve entre seus articulistas personalidades reconhecidas no jornalismo conquistense que se destacaram na política, na educação e na cultura local, a exemplo de Camilo de Jesus Lima e Erathóstenes Menezes. Foram diretores de O Combate: Newton Gonçalves, padre Palmeira, Orlando Leite e Anibal Viana.



Conforme dito, nosso acervo é constituído por doação da comunidade e deste periódico conta atualmente com 57 jornais compreendidos entre os anos de 1930 a 1963.

Organização e catalogação: Saulo Moreno Rocha.



** Maris Stella Schiavo Novaes é Presidente da Ong Carreiro de Tropa – Catrop, Coordenadora do Núcleo de História, Cultura e Memória da Catrop; Licenciada em História pela Uesb de Vitória da Conquista Bahia; Com pós-graduação em Educação, Cultura e Memória, pelo Museu Pedagógico/Uesb. 






tweetmeme_source = ‘@catrop’;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s