Metodologia tropeira: o que é mais importante, areia, pedras ou bolas de gude?

Ong Carreiro de Tropa

Certa feita, um velho tropeiro foi convidado a participar de uma atividade em uma escola. A 
Tropeiro Zé Silva sendo
entrevistado por Manoel Novaes
foto: Marco Schiavo

intenção dos organizadores visava orientar os alunos quanto a necessidade de se cultivar bons valores para viver bem. O convite reconhecia a sabedoria do tropeiro e sua forma direta na transmissão de seus conhecimentos, sempre através de uma metodologia simples e de fácil compreensão.

 
O tropeiro, parou na frente da classe e sem dizer uma palavra, pegou um vidro vazio e o encheu com bolas de gude. Olhou para os alunos, e perguntou o que viam: responderam unânimes, um vidro cheio! 
 
O tropeiro então, tirou de dentro da capanga pedrinhas bem pequenas, jogou-as dentro do vidro agitando-o levemente, as pedrinhas rolaram para os espaços entre as bolas de gude. Tornou a perguntar se o vidro estava cheio… Os alunos perceberam o…

Ver o post original 211 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s